Boas práticas ambientais no semiárido nordestino

Uma série de sete vídeos mostra iniciativas de agricultura familiar, cultivo orgânico, energia sustentável, reutilização da água, reflorestamento e outras ações de cuidado ambiental e economia solidária.

Quem está acostumado a pensar apenas em seca quando ouve falar do semiárido nordestino, vai se surpreender ao assistir a série Boas Práticas no Sertão. Lançada pela campanha Renovar Nosso Mundo, a série conta com sete vídeos que mostram iniciativas de agricultura familiar, cultivo orgânico, energia sustentável, reutilização da água, reflorestamento e outras ações de cuidado ambiental e economia solidária. Além de mudar o cenário local, os projetos estão transformando famílias e comunidades no interior da Paraíba e Pernambuco.

No primeiro vídeo da série, John Philip Medcraft, pastor da Igreja Ação Evangélica em Patos, Paraíba, mostra a Reserva Ecológica Verdes Pastos. Antes, uma área sem fonte de água permanente e com mata parcialmente destruída, e que após um longo processo de plantação de árvores, preservação do que ainda restava da vegetação, perfuração de poços e proibição de desmatamento e caça, se transformou em uma área de preservação da caatinga, cheia de animais, reconhecida pelo Ibama. Hoje, além de receber encontros promovidos por igrejas, é frequente na reserva a presença de pesquisadores, alunos da rede municipal escolar e outros visitantes que desejam apreciar a riqueza da caatinga.

A série também mostra como pequenas atitudes, individuais ou coletivas, podem ter grande impacto positivo no meio ambiente. Na comunidade de Barreiros, no interior de Pernambuco, uma família pratica ações agroecológicas para ter uma alimentação saudável e melhorar de vida. Tudo isso cuidando do meio ambiente, cultivando plantas nativas e valorizando frutas do campo. O projeto apoiado pela ONG Diaconia auxilia a família para o desenvolvimento de ações de reflorestamento, recuperação de nascente, utilização de cisternas, biodigestor e processamento de frutas.

Outras famílias sertanejas em São Mamede, na Paraíba, cultivam hortaliças, verduras, frutas e legumes sem utilização de agrotóxicos. Além de desfrutar de uma alimentação com produtos orgânicos, o excedente da produção é comercializado para complementação de renda das famílias. As famílias são assessoradas e recebem orientações técnicas para utilização de sistemas hídricos pelo projeto Plantação, promovido pela ONG Acev Social.

Na comunidade Lajedo, em Pernambuco, o cuidado com o meio ambiente conta inovação tecnológica. Trata-se do projeto Ecodignidade, que está construindo casas com integração de tecnologias sociais, como acesso a cadeirante, reutilização de água, cisterna com capacidade para 16 mil litros e um biodigestor que produz gás a partir de fezes suínas e bovinas. Chamada de Casa Ecodignidade, a iniciativa é da Diaconia, uma organização cristã que trabalha para a efetivação de políticas públicas de promoção e defesa de direitos, priorizando populações de baixa renda.

Na série Boas Práticas no Sertão é possível conhecer essas e outras iniciativas de cuidado do meio ambiente, uso responsável dos recursos naturais e melhoria a qualidade de vida de famílias e comunidades. Os vídeos da série já estão disponíveis no Youtube.

Comments

comments

Junte-se à campanha

Por favor, acrescente seu nome para receber atualizações por e-mail e fazer parte da campanha!